sábado, fevereiro 02, 2008

uma casa portuguesa: galandum galundaina

Chamam-se Galandum Galundaina, são mirandeses, cantam em mirandês e trazem-nos as tradições de Miranda (do Douro, a saber!).

São quatro e, para além de cantar, tocam habitualmente gaita mirandesa e galega, sanfona, flauta e tamboril, bombo e mais uns quantos instrumentos de percussão. Animados, com apresentações divertidas - sempre em mirandês!!! - criam uma empatia especial com o público. É um grupo familiar - literalmente! os irmãos Meirinhos e Paulo Preto... - que transporta, então, pelo país e para os palcos um bocadinho do espírito de Miranda: os instrumentos, as roupas, o mirandês!!! e também as danças (sendo muitas vezes acompanhado por pauliteiros).

Ouvi-os pela primeira vez na Casa da Música há dois ou três anos a propósito de um ciclo de música portuguesa de raiz tradicional. Divertiram o público, que aplaudia e se esforçava por reproduzir o mirandês ensinado - tenho de confessar que às vezes não apanho uma!!! E já aí - na Casa da Música - houve quem dançasse. Na altura, eu não fazia ideia do que eram aquelas movimentações animadas na primeira fila, mas vim depois a perceber... «Por Beilar el Pingacho» - diziam eles... ;)

Não vos trago o Pingacho, mas deixo-vos com o «Fraile Cornudo»...



... numa versão com vozes, sanfona, sino, bombo, rabeca, flauta e tamboril e... um par de bailadores - a lembrar que tudo isto veio a propósito do meu Carnaval, que começa já depois de almoço e só termina na noite de 2a feira, precisamente com estes tocadores!

Para quem ainda não tiver planos, fica a proposta: ENTRUDANÇAS - bailes, oficinas, cante, artesanato, passeios, concertos e muito mais em Castro Verde, de 2 a 4 de Fevereiro. No ano passado foi assim e eu cá voltarei um dia para vos dar notícias do deste ano!

Etiquetas: , , ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial