sábado, abril 25, 2009

Um balanço possível?

Após 35 anos do 25 de Abril a ideia de democracia é paradoxal, pois se por um lado existe um culto de prática democrática mais assente em direitos do que em deveres, por outro persiste uma prática democrática de imposição de deveres não negociados.
Trinta e cinco anos após o 25 de Abril a democracia possível é a articulação de um paradoxo altamente desgastante, construído entre a autoridade dos deveres e dos direitos que se pretendem impor com fortes tiques de autoritarismo entre uns e outros.
É como se todos tivéssemos contribuído para a negação de todos, através de complexos autoritários e de dificuldades de negociação colectiva.
É como se vivêssemos num mundo repleto de comunicação, mas cujos habitantes têm deficiências auditivas.

Etiquetas: , , ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial