domingo, novembro 01, 2009

uma noite gigante...

Três grandes nomes da nossa música juntos em palco para um espectáculo construido em conjunto... A ideia é genial e o resultado ou é muito bom ou é uma grande desilusão... O colectivo não pode ser apenas a soma das partes. Os três senhores têm de justificar - para além do óbvio - este encontro tão desejado. A responsabilidade é imensa! De bilhete na mão já há dois meses, fui deixando que se apoderasse de mim a expectativa de uma grande noite!... Dos concertos de Lisboa nada soube. Estranhei a ausência de comentários imediatos, mas também nada fiz para os procurar... a surpresa faz parte da grandeza do conceito.

...

Letras partilhadas, divididas e conjuntadas - lindo! Os três juntos exploraram cumplicidades sem nunca perder a sua individualidade. Incrível como, no meio de tanta convergência, se distinguem perfeitamente os traços individuais... A palavra solene de José Mário, a palavra multifacetada de Sérgio Godinho, a palavra bailada de Fausto... A palavra, sempre a palavra, rainha mãe na obra destes senhores e convidada de honra neste espectáculo.

Também a presença... a afirmação de José Mário, o gesto de Godinho, a discrição de Fausto. Mas, acima de tudo, um prazer imenso que transbordava na sinceridade do primeiro, na dinâmica do segundo e na intimidade do terceiro.

Uma noite gigante!...

Voltem sempre!


A minha selecção de momentos:

"Guerra e Paz" - integra o meu lote de preferências de Godinho e não me lembro de alguma vez a ter ouvido em concerto; foi uma excelente abertura, com bons augúrios para o resto da noite.

"Como um sonho acordado" - "a" minha canção de Fausto; integrou o lote das canções de abertura; foi uma boa partilha, mas o final não teve a força que devia - faltou a energia dos sopros que ficaram abafados no meio da multidão sonora.

"Primeiro Dia", "Rosalinda" e "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" - foram as canções de cada um dos senhores mais acompanhadas pelo público na cantoria colectiva.

"O canto dos Torna-viagem" - foi cantada pelos três sozinhos em palco; a ideia é muito boa, mas não resultou muito bem; as três vozes da música, originalmente cantadas com coros de apoio, foram repartidas apenas pelos três; faltou um temperamento do volume sonoro que permitisse equilibrar a harmonia e distinguir a nova voz das anteriores continuamente repetidas.

"Quatro quadras soltas" - foi um momento naturalmente adequado.

"Ser solidário" - foi uma boa memória...

"Que força é essa" - apresentada com os arranjos de José Mário para o "Irmão do Meio"; é, para mim, uma referência pessoal obrigatória que esteve à altura do acontecimento.

"Maré Alta" - já em encore; era a minha aposta inicial para música de fecho do concerto; não falhei por muito; ainda com o balanço da agitação de um final próximo, foi a música em que os meus parceiros do lado mais se podem ter queixado de perturbação sonora: há palavras que são para serem cantadas bem alto!

"Inquietação" - também em encore, foi um agradável presente; tem lugar indiscutível na minha selecção de José Mário; pena a atrapalhação de Fausto, mas a canção é mais forte que isso.

"Na ponta do Cabo" - fechou o concerto; o alinhamento na frente do palco de todos os músicos acompanhados de pequenas percussões deixou-me antever a canção que aí vinha e fiquei com pena pela escolha; a dinâmica criada com o público nos dois temas anteriores seria cortada, pela "impossibilidade" de um acompanhamento de tamanho emaranhado de letra; no entanto a força das vozes e das percussões a par da alegria conjunta que transbordava do palco acabaram por conseguir um bom ponto final.

imagem

Etiquetas: , ,

Partilhar

3 Comments:

Anonymous Jorge Conceição said...

Estranho que um frequentador habitual do twitter (e do facebook?) nunca tenha reparado nos comentáriso de quem viu o espectáculo em Lisboa...

domingo, novembro 01, 2009 3:49:00 da tarde  
Blogger cristina said...

Jorge.
Eu não sou frequentadora desses meios. E, como disse, também não me esforcei por procurar.

domingo, novembro 01, 2009 4:45:00 da tarde  
Blogger carla said...

oh! mesmo sabendo q n era importante, eu tinha resolvido dizer q deu no noticiario da rtp-salvo erro, e fiquei c vontade, a sensação de q seria uma grande noite; ainda bem q n desiludiu, =) fico a espera de conhecer algumas das musicas q descrevest.

terça-feira, novembro 03, 2009 12:32:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial