segunda-feira, setembro 28, 2009

Acerca das causas dos incêndios

Sinceramente, concordo com um antigo Professor, um grande Mestre, uma referência para a vida. Há uma frase do Professor que eu nunca esquecerei:

"Há quem olhe para o mundo em geral e só veja harmonia e consenso, eu olho e só vejo incêndio atrás de incêndio."

Há muito tempo que eu concordo com o Professor, mas essa velha metáfora tornou-se particularmente estimulante desde ontem.
O incêndio começou hoje não sei muito bem a que horas, mas o presidente da CIP parece que ficou muito preocupado com o endividamento público, com a internacionalização das empresas, com a fuga dos empresários e com o espectro do velho pai de Hamlet, desculpem, com outro espectro. O presidente da CIP parece que é uma personalidade de referência na economia portuguesa e na competitividade das empresas. O presidente da CIP parece que quando fala está a dizer ao governo o que os patrões pensam. Fiquei afinal bastante descansada, afinal hoje fiquei a saber que a (im)produtividade das empresas nacionais depende única e exclusivamente de um determinado fantasma.

Nota: espanta-me como é que a TSF apresenta esta notícia sem o mínimo de contraditório por parte de outras forças, representando outros interesses. Será que a "velha" liberdade de expressão é só para alguns?

Etiquetas:

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial