sexta-feira, abril 17, 2009

O espectro de Salazar e os desafios da Europa

Estratégia do PSD para a vaga de eleições deste ano:
- Algumas mensagens que tenho encontrado na imprensa, nos blogues e o conteúdo da mensagem do candidato (da nova geração) do PSD às europeias sugerem que o inimigo público número 1 se abate invocando velhos fantasmas (comunismo) por interpostos candidatos (do PS). (Os discursos de Salazar oferecerão vastos argumentos, será provavelmente o perigoso estratega de cabeceira dos intelectuais do PSD)

Outras construções estrategicamente construídas:
- O pai sério e autoritário da Nação (Cavaco Silva) salvaguarda o interesse dos seus filhos (portugueses) e o controlo das despesas do interesse público;
- A necessidade de controlar socialmente os seus filhos (PS), o Estado salvaguardando as suas funções de controle (PS).

Imaginação social:
- E se os filhos se descontrolarem devido a problemas básicos de subsistência (Maslow falou de motivação primária?)?

- Os economistas que nunca se enganam, os políticos Boss, os opinion makers e os diversos construtores de manipulação diversa continuarão a fazer as contas da crise, criando outras contas?

Desafios:
- o silêncio sepulcral de políticas públicas emanadas das instituições europeias em que os diversos actores nacionais não são ouvidos, consultados ou sequer tidos em conta;
- a (im)possibilidade de outros actores assumirem o controlo das instituições europeias.

Etiquetas: ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial