segunda-feira, janeiro 11, 2010

aprovado...

Vi a notícia no telejornal. Imagens dos porta-vozes políticos. Grandes planos dos que assumiram divergências partidárias. Relances de mãos dadas nas galerias. A lei foi aprovada. Palminhas, palminhas.

E, cá fora, bolo na rua e champanhe nas mãos de um par / casal noivas que falam para a televisão da importância do dia. A fechar a reportagem e tendo como imagem de fundo um beijo (simbólico) entre o tal casal, ouve-se de fugida que as duas mulheres em causa são atrizes, pois nenhum casal quis dar a cara.

Sem querer, de forma alguma, apelar ao folclore da situação, terei eu sido a única a achar (no mínimo) triste ninguém ter realmente dado a cara...

imagem

Etiquetas:

Partilhar

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Já falta pouco. Esperemos pelas provocações

segunda-feira, janeiro 11, 2010 11:05:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Com tanta gente na luta, fico admirada pelo q contas. Neste assunto fiquei mais interessada neste: "impor por decreto", (obviamente um referendo n passava) e as consequencias disso no país, m haja brandos costumes...
Manuela, FarpasXXI.

segunda-feira, janeiro 11, 2010 8:51:00 da tarde  
Blogger S.M. said...

Ainda temos algum camonho a percorrer até que os casais de namorados homossexuais digam,como oa heterossexuais: "um destes dias vamo-nos casar." E grande parte dos relacionamentos estáveis homoafectios que conheço, não são suficientemente expostos para o casal poder aparecer na TV. Há os patrões, os familiares, os vizinhos, as crianças, etc, etc, etc. Os "do costume" nem sempre estão disponíveis, não é verdade. E ali o importante era o simbólico não o real. Há um direito que os homossexuais reivindicam e vão ter de continuar a reivindicar por muito tempo: o direito à indiferença, a não ser " animal de circo". Estou em crer que a ausência de "casais reais" passou por aqui. Falo por mim e por muitos casaia masculinos e femininos que conheço.

sábado, janeiro 16, 2010 3:48:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial