quarta-feira, outubro 21, 2009

Dona Melancia e religião

Dona Melancia - roendo unha em seu banco de jardim de Avenida Almirante Gago Coutinho - meu bem, 'cê entende as reacções de alguns meninos e meninas da blogosfera?
Dom Melão - franzindo sobrolho - benzinho, 'cê tá fazendo uma pergunta muito útil e clara.
Dona Melancia - meu bem, 'cê considera ou desconsidera Bíblia?
Dom Melão - Bíblia é mesmo p'ra se reconsiderar, meu bem, 'cê não vê qu'até Costinha lhe considera?
Dona Melancia - Benzinho, Deus é um pai compreensivo, deixa crescer seus filho, e até lhe dedica fidelidades, veja só Job, é um exemplo de benevolência.
Dom Melão - É, meu bem, Benfica também nunca me fez passar provações, talvez seja por isso que não me deixo tentar por metonímia de Bentinho.
Dona Melancia - Pensando bem até lhe desconsidero atenção, enfim Eclesiastes ou Babel são exemplos de dessabedoria.
Dom Melão - Babel, benzinho, 'cê tá louca? Já viu Bentinho falando mesma língua de Jesus? Em nome do pai e do filho e do espírito santo, 'cê não entende nada de religião.
Dona Melancia - Pois é, benzinho, são tantos os adversários, são tantos os que se levantam e dizem: Nem Jesus o poderá salvar!
Dom Melão - 'cê, tá sendo inconveniente, 'cê tá pecando, 'cê não lhe merecia nacionalidade portuguesa, amanhã mêmo vou lhe denunciar no Serviço de Estrangeiro e Fronteira, 'cê é uma besta quadrada e não lhe merece espaço no GR, aliás ainda hoje lhe envio uma queixa p’ra ERC e lhe proíbo de reinventar calúnia.
Dona Melancia - esbugalhando sorriso, descruzando perna e retemperando fala - benzinho, 'cê precisa de qu$nto p'ra assistir a compra de bilhete de próximo derby?

Etiquetas: ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial