sexta-feira, abril 24, 2009

Pepe - castigo ou absolvição?

Sou um admirador das qualidades futebolísticas de Pepe. O jogador luso-brasileiro é um dos melhores defesas-centrais do futebol mundial e muita falta pode fazer à Selecção Nacional. Dito isto acho que Carlos Queiroz devia tomar a atitude de não o voltar a convocar para vestir a camisola de Portugal.
Ainda seria capaz de aceitar que um jogador tenha uma "reacção a quente" (chavão muito em voga quando se fala do assunto), tendo pontapeado um adversário que por acaso estava caído no relvado. O que já não compreendo é como é que um jogador que é expulso, volte a ter uma "reacção a quente" regressando ao relvado para festejar um golo da sua equipa, agredindo pelo meio mais um jogador, desta vez a soco.
Acredito que Pepe, tal como o diz está arrependido, que não se reconhece no que fez, mas acredito também que cabe a Queiroz dizer aos jogadores da selecção nacional atitudes destas não têm desculpa.
Assim foi com Sá Pinto, que agrediu o selecionador Artur Jorge, por não ter sido convocado. Assim foi com João Pinto depois de agredir o árbitro do jogo Coreia do Sul - Portugal, no mundial de má memória da Coreia-Japão.
Pepe poderá ter todas as desculpas sobre a primeira reacção violenta sobre Casquero, do Getafe. Já não tem desculpa nenhuma sobre as outras duas situações. Nisto concordo em absoluto com Ángel Torres.

Etiquetas:

Partilhar

4 Comments:

Anonymous André Carvalho said...

É interessante falares do Sá Pinto e do João Pinto, que eram jogadores do Sporting, e, “talvez” por isso, tenham sido punidos com castigos pesadíssimos e completamente desproporcionais face a outras situações bastante mais graves e evidentes. Aliás, no caso do Sá Pinto a agressão ocorreu fora de um Estádio e fora de uma competição, mas mesmo assim não se livrou da "justiça" desportiva.

O Pepe tem de ser castigado, mas espero que não apanhe mais de 10 jogos. Ninguém está livre de poder perder a cabeça, e o Pepe nem sequer é reincidente neste tipo de situações.

Abraço

sexta-feira, abril 24, 2009 5:31:00 da tarde  
Blogger Hélder Franco said...

É para isso que os balneários têm duche caro André Carvalho, para que os jogadores arrefeçam a cabeça.

Por mim é igual, tanto se me faz que sejam do Sporting, do Benfica ou do Cascalheira FC.
Aliás, se a justiça desportiva punisse os jogadores que com uma entrada violenta colocam no estaleiro durante meses um colega de profissão, embora adversário, com igual tempo de suspensão, acredito que se jogasse mais à bola e menos a outras coisas.

sexta-feira, abril 24, 2009 5:45:00 da tarde  
Blogger Golfinho said...

Vejo Pepe, lembro-me do ainda mais bruto Scolari.

Suspensão, sim, mas tenham em conta os precedentes da UEFA tão simpáticos a "alguns"

sexta-feira, abril 24, 2009 6:52:00 da tarde  
Blogger André Carvalho said...

Nisso tudo só acho que é excessivo retirar o Pepe da selecção por um momento pouco feliz.

Concordo contigo no restante, e principalmente no que concerne aos castigos no caso de lesão de colegas de profissão por entradas assassinas.

Abraço

sexta-feira, abril 24, 2009 11:06:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial