sábado, março 21, 2009

Duda Veio

duda veio de Brasília
veio no tapa
sem grana nem mapa
o cabelo crespo cresceu
na viagem
ele dizia vem cara
vamos transar essa miragem

rogério nunca teve parada
um ponto aqui um pé ali
na barra pesada
e dizia vem cara

paulete teve uma crise
e virou homem
como já se chamava carlos
nem mudou de nome
e dizia vem cara

lou se amarrava num talco
à noite no medieval dançava dançava
era um grande palco
e dizia vem cara vem

chico falava o dia todo
em nova consciência
o planeta precisa mesmo é de muita penitência
e dizia vem cara vem
marcelo queria ser poeta
escrevia escrevia mas não era o mickey
era somente o pateta
e dizia vem cara vem

Régis Bonvicino
(1955)

Etiquetas: ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial