quarta-feira, janeiro 16, 2008

Pessoal e Transmissível


Carlos Vaz Marques entrevistou ontem António M. Feijó no Pessoal e Transmissível.

Gostei tanto da entrevista, espero ardentemente pela passagem do programa a papel.

António M. Feijó (AMF) falou da forma como lê e de repente ali estou eu perante o meu leitor alma gémea. O que mais me tocou e assino por baixo:
- enquanto leio não consigo imaginar;
- a leitura serve para ir construindo uma imagem do escritor;
- a leitura permite-me desvendar a imagem de um certo homem, o homem que está por detrás do escritor.

Etiquetas: , ,

Partilhar

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

Voltar à Página Inicial